Featured Video Play Icon

68 vozes, 68 corações – “Ninguém pode amar o que não conhece”

 

 

 

 

“ É preciso abrir-se e conhecer, para valorizar as coisas.” Esse foi o ponto de partida da mexicana Gabriela Badillo para o projeto 68 vozes, 68 corações, que traz animações de histórias de diferentes grupos étnicos do México. “É muito triste ver as mães não falando as línguas de origem para evitar que seus filhos sejam discriminados”, diz. O México possui 68 línguas com mais de 300 variações e 70% delas estão em risco de extinção. Nos curta-metragem, as histórias são narradas na língua mãe, com legenda em espanhol. Um presente, a sonoridade destas línguas. Uma riqueza, cada uma das histórias..

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *