Filhos felizes, adultos escravos de seus desejos

Para o filósofo Gregorio Luri, é muito mais sensato ensinar nossos filhos a superar as frustrações inevitáveis do que fazê-los acreditar na possibilidade de um mundo sem frustrações. Luri é especialmente crítico daqueles que querem filhos felizes. “Primeiro, acho que o que você tem que fazer é amar a vida, não a felicidade. E você não pode amar os dois ao mesmo tempo. Porque a felicidade só pode ser alcançada trazendo vida à vida. Isto é, através da idiotice. Além disso, não creio que existam crianças felizes.”  LEIA AQUI

Conteúdos relacionados

O mundo não tão risonho das crianças

A criança como protagonista – Afetos perdidos

 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *