“Vivi o Estado Novo e passei pela ditadura, mas nunca vi um período tão assustador como este na Educação”

Levei quatro anos escrevendo “Alfabetização: a questão dos métodos” porque meu objetivo era buscar em todas as fontes possíveis, nacionais e internacionais, as evidências científicas sobre o processo de aprendizagem da língua escrita pelas crianças. As evidências são muitas e de várias naturezas: psicologia, psicogenética, linguística, fonologia… é preciso articular tudo isso para chegar à conclusão que eu te falei: não é uma questão de método. É uma questão que até agora esse ministério não tocou: a formação do professor. LEIA AQUI

 

LEIA MAIS

Paixão pela aprendizagem, não por um método

 

 

 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *